Hérnia de Disco? Não é bem assim…

Hérnia de Disco? Não é bem assim…

“Estudos mostram que pessoas ASSINTOMÁTICAS também têm Hérnia de disco em exames de imagens na coluna lombar”

Vários estudos confirmam que exames de ressonância magnética demonstram hérnia de disco em pessoas sem nenhuma dor ou sintoma na coluna. Segue abaixo o link da pesquisa mais recente do final de 2014:

Brinjikji et al (2014) realizaram uma revisão sistemática nas imagens da coluna em pessoas sem sintomas de dores na coluna. Veja o resumo dos principais pontos abaixo:

  • Trinta e três artigos relataram achados de hérnia de disco em 3.110 indivíduos ASSINTOMÁTICOS.
  • A prevalência de degeneração do disco varia de acordo com a idade: 37% dos indivíduos assintomáticos com 20 anos de idade apresentam algum achado no exame e 96% dos indivíduos ASSINTOMÁTICOS com 80 anos de idade apresentaram alguma degeneração na coluna.
  • A pessoas que ASSINTOMÁTICAS que apresentaram protrusões/abaulamentos discais com 20 anos foram 30% e 84% com 80 anos de idade.
  • Prevalência protrusão disco é 29% em pessoas ASSINTOMÁTICAS com 20 anos de idade a 43% em pessoas ASSINTOMÁTICAS com 80 anos de idade.
  • A prevalência de fissura anelar é de 19% em pessoas ASSINTOMÁTICAS com 20 anos de e 29% em pessoas ASSINTOMÁTICAS com 80 anos de idade.

A conclusão do estudo foi que os achados de degeneração, protrusão e abaulamentos estão presentes em muitos indivíduos sem sintomas.

Essas alterações normais aumentam com a idade e são provavelmente parte do envelhecimento normal e não deve ser associada a dor.

Esse estudo mostrou que 37%das pessoas com 20 anos de idade apresentam degeneração da coluna, 30% têm protrusões de disco, 29% tem pequenas alterações do disco e 19% tem fissuras no anel do disco.

Abaixo, encontra-se uma tabela traduzida e retirada desse estudo:

Tabela traduzida sobre discopatias em pessoas assintomáticas

Lembrem que esses dados são de pessoas ASSINTOMÁTICAS

A reflexão deste artigo é:

Se as pessoas vivem normal (caminham, correm, fazem pilates, academia…) com esses resultados nos exames, por que você com diagnóstico de hérnia de disco não pode?

  • Será que o seu problema (o causador de suas dores) vem realmente devido a uma hérnia de disco?
  • Você terá que parar de correr, fazer exercícios por causa desse problema?
  • E o que você pode fazer para resolver?

As respostas dessas perguntas variam de pessoa para pessoa visto que todos somos diferentes e temos várias particularidades.

Além disso, essa informação e a divulgação desse tipo de pesquisa deve ser transmitido aos pacientes e aos profissionais de saúde que estão lado-a-lado na reabilitação e retorno as atividades de vida normais dessas pessoas com dores na coluna.

E ai? Está esperando o que para agendar seu atendimento com o nosso setor de tratamento da coluna?