Caminhar é bom para dor na Coluna?

Caminhar é bom para dor na Coluna?

Os cientistas que estudam a estrutura da coluna vertebral concluíram que ela é especialmente desenvolvida para caminhar. Por incrível que pareça muita gente se diz surpresa quando solcitamos a caminhada para dores na coluna lombar ou cervical. Isso é simples. Caminhar.

Mas quanto tempo você anda caminhando durante o dia? 50% do dia 20% ou 5%?

Ao longo dos séculos, com nossas vidas cada vez mais corrida, estamos cada vez mais sedentários. Não precisamos mais ir atrás de comida – ela vem até nós pelo delivery. Grande quantidade de nossa energia é gasta (se realmente gastamos) quando estamos sentados em nossa mesa de trabalho.

O sedentarismo se tornou um problema para a coluna.

Foi demonstrado que ficar sentado, além de aumentar a pressão dos discos da coluna, diminui a força das pernas. Se você tem uma vida sedentária, inevitavelmente você terá dor na sua lombar. E você não é o único. A dor na coluna lombar está se tornando uma epidemia gravíssima. Os estudos dizem que 80% da população ainda vai ter dor na lombar em algum momento da vida.
E não pense que os adolescentes estão livres! Vários estudos têm mostrado que 60% dos jovens sedentários experimentaram dores na lombar no último ano. Isso mesmo. Nossos filhos não são imunes a isso. E os hábitos sedentários da garotada acompanham eles até a vida adulta.

Isso significa dor e mais dor!

Quando comparamos dor lombar e uma vida ativa, os dados são inversos. Quanto mais ativa é a nossa vida, menos dor lombar você tem. Isso significa que quanto menos tempo passamos sentados, menos dores teremos.

Caminhar e outras formas de atividade física diminuem a incidência de dor nas coluna.

E olhem que coisa boa! Além de ficar sem dor, as pesquisas indicam que as pessoas que caminham tem um melhor humor, tem menos necessidade de medicação e menos incapacidade.
Antigamente, se pensava que o melhor para dor na coluna era o repouso.

FUJA de profissionais que pedem seu repouso. FUJA!

Vários estudos têm demonstrado que isso faz é piorar seu sintoma. Se você tem problemas nas costas ou não, o importante é se manter ativo. Se tiver dúvidas de qual atividade iniciar ou se sua conduta deve ser algum tipo específico de exercício entre em contato conosco. Agende sua consulta. Somos fisioterapeutas especialistas em movimento e função. Nosso objetivo é fazer você retornar as suas atividades o mais rápido possível.